• 11 98416-6961
  • raquel@assessoriadr.com.br

Dez dicas para vender sua casa

Dez dicas para vender sua casa

Fazer uma analise de toda a documentação, definir valores, fazer um investimento no imóvel, encontrar corretores profissionais – tudo isso faz parte de um processo natural para quem está querendo vender sua casa.

Vender uma casa pode não ser uma tarefa muito simples, principalmente quando não se é levado em consideração alguns cuidados e pontos importantes.

O recomendado é procurar fazer uma listagem com todos os itens acerca do planejamento e também considerar todos os passos fundamentais do processo de venda.

Nesse artigo, iremos sugerir 10 dicas bem eficientes para que a venda da sua casa seja bem sucedida!

 

Escolha o momento certo para vender sua casa!

Saber identificar o momento mais apropriado não quer dizer que você precise esperar muito para vender seu imóvel, até porque há casos que vendas que sejam muito adiadas podem ser consideradas negociações perdidas.

O mais indicado é não ter muita pressa e nem querer controlar todos os passos da negociação de acordo com o que você quer somente, ou seja, podemos dizer que o principio de uma excelente venda é definir saber quando o imóvel irá ser vendido e se possível ter um tempo hábil para que isso ocorra.

 

Fala uma verificação criteriosa de toda a documentação

Realizar esse passo é extremamente importante, pois um dos questionamentos mais comuns entre os compradores em potencial é sempre com relação da situação de todos os documentos do imóvel.

É comum ocorrer de uma venda não ser concluída por problemas de documentação, que pode envolver a falta deles ou pendências junto aos órgãos necessários, como prefeitura ou cartório de registro de imóveis.

 

Procure criar uma política de preço do seu imóvel

Você sabe qual o real valor da sua casa? E o valor mínimo? Consideraria vender para um comprador que queira fazer um financiamento? Qual o valor pretende receber como sinal? – Realize suas contas e leve em consideração todos esses questionamentos.

 

Faça um prévio investimento na aparência do seu imóvel

Móveis mais antigos, mato não aparado no quintal ou em algum pontos do terreno e sujeira de poeira, vidros quebrados, entre outros pontos negativos

. Tudo isso proporcionada um aparência de abandono, e de certa maneira transmite uma impressão ruim para o comprador, que pode acabar valorizando menos o seu imóvel e consequentemente perdendo o desejo de adquiri-lo.

Procure deixar o local o mais ajeitado possível para que nas visitas as pessoas possam ver a real beleza da sua casa!

 

Mantenha o imóvel desocupado

Isso nem sempre é algo possível, mas se puder, procure desocupar a casa que estiver a venda.

Nem todas as pessoas se sentem confortáveis em visitar um impovel que ainda esteja ocupado e isso pode acabar dificultando que seus compradores em potencial consigam analisar bem os detalhes do imóvel.

 

Deixe uma placa de “vende-se” em frente ao imóvel

Depois de deixar todos os critérios relacionados acima em ordem é a hora de divulgar que você quer vender sua casa!

Essa é uma prática simples mas muito eficiente e por mais que tenhamos muito mais facilidade de divulgar um anuncio nos dias de hoje, como nos jornais, corretores e imobiliárias, sites, redes sociais, entre outros, colocar uma placa em frente do imóvel ainda atrai muita gente interessada.

 

Utilize os recursos das redes sociais

Se você tomar certos cuidados, certamente poderá ter bons resultados com essa opção de divulgação!

Você pode divulgar para seus amigos e em grupos que sejam dedicados ao assunto. Só tenha cautela – Não divulgue muitos dados de localização para que todos tenham acesso, nesse sentido caso alguém se interesse basta chamar essa pessoa em particular para conversar e iniciar uma pré-negociação.

 

Não contrate um grande numero de corretores

Os corretores são extremamente uteis para que a negociação de venda ocorra de maneira positiva, mas recorrer a muitos desses profissionais pode ser algo bem desconfortável!

Procure conversar com dois ou três que você confie e acredite no nível de atendimento e trabalho. Dessa maneira você terá um melhor controle com relação ao desempenho deles e não receberá um número exagerado de ligações e visitas!

 

Faça a escolha do comprador

Parece estranho ter que escolher um comprador, mas evitar a venda para a primeira pessoa que aparecer pode ser uma alternativa muito mais compensadora do que você imagina.

Procure fazer um bom contrato e caso perceba que o comprador possua certos entraves e esteja restringindo alguma informação tenha cautela.

Caso a sua cada seja vendida por uma financiamento da Caixa, por exemplo, a preocupação pode ser bem menor, visto que a instituição irá se encarregar de fazer todo o processo de qualificação.

Agora se a sua venda for direta, é importante procurar conhecer um pouco sobre o comprador para evitar problemas e transtornos futuros.

 

Cuide da documentação de venda do imóvel

Esse item é fundamental! Quando seu comprador estiver devidamente selecionado é chegado o momento de elaborar toda a documentação de compra e venda, ou seja, passar a escritura para o nome do novo proprietário e demais documentos.

Verifique se todos os dados do imóvel batem, dados pessoais, números de matriculas, entre outros pontos. Qualquer dado equivocado por comprometer a venda do imóvel e assim fazer com que você perca umm excelente negócio!

Se você seguir todas essas dicas e tomar todas as devidas precauções certamente vender sua casa será um ótimo negócio e a satisfação de ambas as partes estará garantida.

 

Dez dicas para vender sua casa
Avalie este post
Raquel de Fátima

Empresária. Especialista em aprovação de projetos de prefeitura. Fundadora da D&R Assessoria e Legalização Imobiliária.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: